quarta-feira, 13 de abril de 2011

Remédios para Emagrecer

Desde os meus 18 anos tomo remédio para perder aqueles quilinhos indesejáveis, sempre fui uma sanfona, emagreço, engordo tudo muito rápido, eu tomava Femproporex, Fluoxetina e Diazepam. Quando tomava os remédios me sentia muito bem, me dava ânimo, tirava meu apetite, minha ansiedade, era tudo de bom. Eu conseguia emagrecer o tanto que queria, ficava com aquele corpo bonito, mais a cabeça continuava gorda, kkkkkkkk, verdade!, Era só parar de tomar os remédios, eu comia o dobro, até que engordava o dobro também, ficando ainda mais gordinha do que estava antes.
Os anos passaram e minha vida sempre foi assim, sempre fazendo regime, mais de alguns anos pra cá os remédios já não estavam fazendo tanto efeito que fazia antes, pois comecei a ficar irritada, com moleza no corpo, às vezes me dava uma tristeza que não queria ver ninguém, nem conversar, mais até aí eu não queria parar com os remédios eu queria emagrecer, e pronto, não estava preocupada com as conseqüências que eu poderia enfrentar no futuro. Eu pensava “VOU TOMAR APENAS DESSA VEZ, QUANDO CHEGAR AO MEU PESO IDEAL PARO”, e quem disse que eu parava, era um vício, quando chegava ao meu peso ideal, eu parava de tomar os remédios mais comia muito, não tinha aquela reeducação alimentar, era só engordar que começava a tomar de novo.  Acho que tenho aquela compulsão por comida, só pode...kkkkkkkkkkkkkkk, eu to cheia e quero comer mais e mais!! kkkkkkkkkkk
 No início do ano em Janeiro viajei para Syria, e lá aproveitei horrores, comi tudo que tinha direito, em um mês virei uma bolinha, era 11:00 hrs da noite tava eu comendo esfirra, ou shaurma, era coisa de louco mesmo...kkkkkkkkkkk, voltando para o Brasil fui passar alguns dias na casa da minha mãe, e tem outra tentação do que casa de mãe? Não tem! E ainda por sinal minha amiga Marcela, me apresenta Beijinhos, hummmmm, antes gostava só de Brigadeiro, depois que conheci e senti o gostinho como é bom, comecei comprar latas e mais latas pra comer, meu marido quase tava um infarte....kkkkkkkkkkkkkkkkk
Mais voltando sobre os remédios, depois que voltei da Syria procurei o mesmo Endocrinologista de sempre para pegar a receita dos meus medicamentos, eu precisava muito de emagrecer, minhas roupas já não estavam me servindo, e sabia que sem os remédios não conseguiria. Mandei fazê-los e comecei a tomar dia 02/02/2011 comecei a tomar e já senti os seus efeitos, boca seca, insônia, ficava igual uma coruja a noite inteira, falta de ânimo, não tava tirando meu apetite, mal humorada, irritada, qualquer coisa começava a chorar, queria ficar deitada o dia todo, com um mês e meio consegui perder 3 kgs, foi ótimo, mais eu estava uma pessoa triste, então na verdade não foi tão bom assim.

Até que certo dia eu levantei muito mal, um corpo mole queria só ficar deitada, marido veio e me falou pra gente ir ao médico, nisso minha mãe e marido já tinha me falado muitas vezes pra poder para de tomar os remédios, pois não estava fazendo bem pra minha saúde, até que nesse dia resolvi ir ao médico, chegando ao hospital à enfermeira olhou minha pressão estava baixa, contei para o médico tudo que estava sentindo e falei que estava tomando remédio pra emagrecer já tinha 10 anos, ele olhou bem dentro dos meus olhos e me disse “Você quer ficar doida?”, pra mim não foi surpresa dela falar isso, pois eu já sabia que esses modeladores de apetite fazem mal pra saúde causando dependência, e outras complicações, já tinha pesquisado na Internet, o problema era à vontade de ficar magra, mais graças a Deus, eu consegui!Nesse mesmo dia voltando pra casa, meu marido pegou as caixinhas e jogaram todas fora, mais mesmo se ele não tivesse jogado fora, eu não iria tomar algo que estava me fazendo muito mal, eu mesma senti que não estava fazendo bem pra mim. O médico me passou vários exames de Sangue, tireóide, coração, me receitou um remédio para ansiedade o Sertralim. Parei de tomar os medicamentos no início de março graças a Deus não estou sentindo falta deles, mas fazer a dieta em si to achando difícil, porque sem o remédio eu tenho que controlar a minha ansiedade,  o processo de emagrecer é mais lento, tem que ter paciência, é por isso que resolvi fazer o blog, pois vou estar escrevendo tudo que sinto no decorrer da dieta, e isso vai me ajudar numa certa forma a controlar minha ansiedade, eu já to sentindo que está me ajudando, ontem mesmo a noite me deu vontade de comer chocolate, aí lembrei logo do Blog, que tenho um compromisso com você, e rapidinho passou minha vontade. Meu marido também fala que se eu comer muito vai contar pra vocês a verdade, isso me ajuda.
Hoje estou feliz, de bem com a vida, alegre, animada, e sei que controlar a vontade de comer sem os remédios não é fácil, mais quando queremos emagrecer com saúde é a melhor coisa a ser feita! Eu sinceramente nunca pensei que um dia iria conseguir fazer uma dieta sem ter que tomar os meus remedinhos, quem me deu força foi meu marido, ele me fez acreditar que eu posso emagrecer com saúde sem ter que tomar algum moderador de apetite, e estou conseguindo graças a Deus. Esse post rendeu, vou ficando por aqui, amanhã tem mais. E você não quer entrar nesse desafio junto comigo?  
Vamos emagrecer com saúde?
Beijinhos mega carinhosos!!


2 comentários:

flavia disse...

que louco,eu tambem achei que nunca ia dar conta de emagrecer sem os remedios,so vivia com esses tal remedios,mas ha duas semanas comecei uma dieta e nao pretendo parar tao cedo com ela.antes eu vivia para comer,hoje eu como para viver.

Patrícia S. Kazmouz disse...

Flávia eu também era igual á você vivia comendo,todos ao meu redor ficava bobo como eu comia bem...rsrsrsrsr, aí eu começava a tomar os remédios que me controlava pois tirava minha ansiedade e aquela vontade enorme de comer, então nunca pensava que aguentaria ficar um dia fazendo uma dieta sem tomar remédios, mais não, graças a deus estou conseguindo também, não é fácil né amiga, mais aos pouquinhos a gente vai acostumando comer menos, e comer coisas mais saúdaveis. Adorei seu comentário, seja sempre bem vinda ao blog...Beijinhos mega carinhosos!